Mês: junho 2019

A Dieta Metabólica

A Dieta Metabólica permite que você defina rações individuais a serem seguidas por toda a vida.

Obtenha o número necessário de pontos possíveis se uma pessoa estiver combinando alimentos. Isso é permitido nas fases da dieta, o que possibilita uma dieta diária completa.

Hábitos alimentares e síndrome metabólica

Desenvolvimento de sintomas associados a doenças metabólicas Metabolismo: A base da vida para todos os seres vivos

Foi observado na síndrome metabólica. A gama de medidas terapêuticas inclui uma dieta que é a base para a nutrição de pacientes com distúrbios metabólicos. A dieta e a síndrome metabólica destinam-se a criar um comportamento alimentar humano. Você não pode comparar esta dieta com uma série de hábitos alimentares que visam apenas reduzir o peso. É um equívoco, porque as principais linhas de dieta em doenças metabólicas são para corrigir o metabolismo.

O homem deve ser preparado para dieta, o que lhe permite reconstruir o visual de comida em geral e torná-lo utilizável. Alterações metabólicas causadas por várias condições patológicas, por isso a natureza do fluxo deve ser definida como especialista. Com base nos desvios, o médico pode ajustar a dieta, que também é determinada pelos resultados de um estudo abrangente do paciente.

A perda de peso e a síndrome metabólica são resultado de mudanças no comportamento alimentar do homem, e não resultado da fome.

A fome nesta situação não é útil, portanto a questão deve ser tratada com muita atenção e obter uma consulta prévia com um médico. A limitação dietética é reduzir o consumo de gorduras de origem animal da carne. Tais produtos podem ser consumidos, mas apenas uma vez durante o dia. Preferência é dada aos produtos de grãos da síndrome metabólica, produtos lácteos. Os produtos de ácido láctico têm uma seleção completa dos nutrientes necessários para evitar a falta de vitaminas e oligoelementos.

Eliminando o sobrepeso

Como “perder peso”

E há muito em seu dispositivo que só os impede de viver. Não é por acaso que a expectativa de vida média é de 8 a 10 anos mais curta que a das mulheres.

E a sensação é que os homens estão tentando com todas as suas forças tornar suas vidas ainda mais curtas. Eles são muito mais propensos a fumar, usar drogas e álcool, e mais frequentemente preferem esportes radicais.

Eles são menos exigentes com comida, comem mais carne frita, ovos e gorduras animais. O excesso de peso nos homens, no entanto, é menos comum do que nas mulheres, mas esse excesso é muito mais provável que prejudique a saúde, levando ao desenvolvimento de hipertensão e aterosclerose, gota e disfunção sexual.

Para as mulheres, por um lado, um ligeiro excesso é mais provável que seja fisiológico. É um sinal de beleza e saúde. Um par de três quilos extras aumenta a capacidade de uma mulher conceber, carregar uma criança e alimentá-la. E exteriormente torna uma mulher mais atraente.

Em geral, os homens devem ser protegidos e, quando possível, depois salvos. Nós não fingimos muito, mas o que fazer e como ajudar um homem a lidar com o excesso de peso será discutido agora.

As leis da natureza e o dispositivo humano não podem ser mudadas nem abolidas. Independentemente de você ser um homem ou uma mulher, a fim de perder peso e controlar com sucesso seu peso no futuro, você deve seguir uma série de recomendações que já foram consideradas acima. Resumindo:

É necessário que a comida fosse menos gordurosa e, se possível, menos doce. Isso de modo algum significa que precisamos “de uma vez por todas” abandonar o chocolate e os alimentos fritos. As proibições impedem que você perca peso. Esta regra é cumprida pela substituição parcial e viável de mais pratos gordurosos com suas contrapartes menos gordurosas.

É necessário aumentar a atividade motora. Mas, novamente, e aqui é melhor evitar esforços excessivos. Idealmente para carregar em tons. O aumento do tônus ​​muscular, permanecendo após o exercício, contribui para um maior consumo de gordura em repouso.

O que não é saudável

Existem produtos alimentares que definitivamente não são saudáveis ​​para os seres humanos. Eles não contêm nenhum valor nutricional e, na verdade, seu consumo causa mais danos ao corpo do que o bem.

Exemplos de tais produtos não saudáveis ​​são: bebidas gaseificadas, sorvetes, sobremesas doces e todos os lanches feitos na fábrica.

Carboidratos não são inimigos!

Carboidratos são essenciais para o corpo produzir energia para o transporte de funções vitais. No entanto, você precisa se lembrar de algumas regras.

É importante consumir carboidratos complexos que contêm muita fibra, vitaminas e minerais. Um bom exemplo deste tipo de produtos é lentilhas, cereais integrais e, claro, legumes, por exemplo, brócolis ou abobrinha.

Não se pode esquecer de carboidratos simples. Estes são especialmente importantes antes do exercício físico. Eles são encontrados em frutas, sucos espremidos na hora, chocolate amargo ou iogurte natural.

No entanto, para manter um corpo esguio, lembre-se das calorias , que podem ser bastante nos carboidratos. O princípio fundamental é queimar mais calorias do que você consome. Caso contrário, o excesso de calorias será depositado no corpo . É por isso que é importante acelerar o metabolismo e, se possível, acelerá-lo.

Como acelerar o metabolismo?

Para que o metabolismo funcione de forma eficiente e rápida , deve-se assegurar que o corpo receba a quantidade certa de proteína. Um produto com alto teor de proteína é, por exemplo, ovos. Com especiarias, a canela funciona muito bem na aceleração do metabolismo . Outro produto que também funcionará nessa função é o nuts.

Atividade física e dieta balanceada: conexão inseparável

Uma dieta balanceada, é claro, consiste em fornecer ao corpo nutrientes essenciais. Não basta apenas não comer o que é prejudicial , você tem que comer muitos produtos diferentes e nutritivos.

Uma dieta equilibrada também cuida da frequência das refeições , omitindo nenhuma das refeições e comendo apenas o suficiente para satisfazer a fome. Além disso, a hidratação adequada do corpo é extremamente importante em uma dieta equilibrada.

Todos esses princípios nutricionais devem andar de mãos dadas com a atividade física. Agachamentos, flexões, bastão são ótimos exercícios que suportam a rápida perda de peso. A situação ideal seria encontrar tal atividade física, que além disso trará alegria e satisfação .

O que causa a impotência

O que causa a impotência?

No tratamento da impotência a principal tarefa dos médicos é averiguar as causas do comprometimento da função erétil e a seleção do tratamento adequado, eliminando não o sintoma, mas a causa raiz do problema.

Qualquer coisa que interfira no funcionamento normal do sistema nervoso ou na circulação do sangue no pênis afeta a potência masculina. Assim como a redução do desejo sexual (libido) pode causar disfunção erétil. Depressões psicológicas ou alterações hormonais no corpo podem contribuir para uma diminuição da libido.

Dependendo das causas do comprometimento da função erétil, os médicos notam as seguintes condições fisiológicas e psicológicas básicas que afetam a potência:

Distúrbios vasculogênicos – pequeno fluxo sanguíneo para o pênis;

Distúrbios neurogênicos – doenças do sistema nervoso (esclerose múltipla, acidente vascular cerebral, doença de Parkinson);

Distúrbios endócrinos – distúrbios no equilíbrio hormonal do corpo masculino (hipogonadismo, hiper ou hipotireoidismo);

Lesões e condições pós-operatórias – distúrbios de inervação ou fornecimento de sangue ao pênis, devido a lesões ou cirurgias.

Depressão – declínio a longo prazo no humor e perda de interesse pelo ambiente, causado por falhas no trabalho, aceleração do ritmo de vida;

Ansiedade – transtornos mentais, acompanhados por um sentimento de ansiedade, excitação e medo.

Além disso, problemas com a potência podem tomar alguns medicamentos (diuréticos, antidepressivos, corticosteróides), fumar, tomar drogas, manter um estilo de vida sedentário, andar de bicicleta (com a localização errada no assento de uma bicicleta).

O que é disfunção erétil ou disfunção erétil?

Segundo as estatísticas, cerca de 50% dos homens com mais de 25 anos hoje sofrem de vários tipos de distúrbios sexuais. Um dos principais lugares na lista de doenças é ocupado por disfunção erétil ou potência fraca, que é expressa no enfraquecimento de uma ereção ou na sua ausência, o que impede um homem de atingir um orgasmo durante a relação sexual.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén